05 abril 2012

The Heartbeats of One Direction - XXXII Capítulo


INÊS


  A noite estava a ser muito divertida, e eu não tinha bebido muito, porque para ser sincera não gosto muito de álcool. Já a minha irmã e a Ana, tinham bebido já uns copinhos a mais. Especialmente a Ana. Não gostava nada quando elas faziam aquilo. Estávamos todos na conversa e a Ana e o Harry estavam sentados no sofá. A certa altura quando olho para a Ana vejo que ela estava com uma cara mesmo de enjoada. Pois como tinha bebido tanto acabou por vomitar.
  - Zayn, leva a minha irmã até ao jardim se faz favor, antes que lhe aconteça o mesmo. – Conhecendo a minha irmã como a conheço, se vê alguém a vomitar caba sempre por fazer o mesmo.
  - Tens razão. – O Zayn agarrou na mão da Raquel e saiu com ela até ao jardim.
  - Acho melhor levar a Ana até á casa de banho. – Disse o Harry, ao mesmo tempo que se levantou, pegou na Ana e subiu as escadas.
  - Sim é melhor. – Concordou o Liam.
  - Bem eu vou lá dentro buscar um balde e uma esfregona para limpar isto tudo. – Disse eu.
  - Espera eu vou contigo. – Só podia ter sido o Louis a dizer isto.
  Fomos os dois então até á cozinha e enquanto eu fui buscar a esfregona, o Louis encheu o balde com água e detergente. Na sala com a ajuda do Niall e do Liam acabámos os 4 por limpar e arrumar tudo. Dos outros restantes nunca mais tínhamos ouvido falar. Com isto tudo já eram 5 da manhã e decidimos irmo-nos deitar. Obviamente que quando acordamos no domingo a maior parte de nós estava com uma dor de cabeça que nem se podiam mexer. É o que dá beber de mais na noite anterior. O 1º dia do ano foi passado em casa.

#No dia Seguinte#

  Segunda-Feira, dia 2 de Janeiro, lá regressava eu ao meu maravilhoso estágio, realmente andava a fazer progressos. Sentia que estava a melhorar as minhas técnicas e isso era perfeito. Apesar de ainda me sentir um pouco atordoada com as emoções de sábado, nada melhor do que um dia de trabalho em cheio, «quem corre por gosto não cansa». O Diretor ligou-me logo de manhãzinha a pedir que fosse mais cedo, pois estava á minha espera um caso bicudo por resolver. O que seria?
  Fui tomar banho. Vesti-me e desci as escadas sem fazer barulho para não acordar a minha irmã, a Ana e nem mesmo os meus pais, que ainda ficavam por Londres mais uns dias. Quando acabei de descer as escadas dei de caras com os meus pais que já estavam acordados.
  - Bom dia filha! – Disseram eles em coro.
  - Bom dia!
  - Já acordada? – Perguntou-me o meu pai, pois ele sabia que eu não gostava nada de acordar cedo.
  - Sim, hoje tenho de ir para o estágio mais cedo. – Informei-lhes eu.
  - Ah pois é, já nos tínhamos esquecido de que tu agora já não estás na escola e que já estas a estagiar! – Disse a minha mãe a sorrir.
  - Pois é! Já que estão acordados e prontos para sair, porque é que não vêm comigo? Assim ficam a conhecer onde é que eu estou a estagiar e depois vão passear um bocadinho! Que acham?
  - Ótima ideia! – Disseram-me eles.
  - Então vamos lá, se não ainda chego atrasada!
  Saímos os três de casa, e deixamos as duas dorminhocas a dormir! Fomos apanhar o autocarro; quando descemos na paragem fizemos um caminho até á clinica diferente daquele que eu geralmente faço diariamente. Quando estávamos a chegar á passadeira para atravessar a estrada, lembrei-me que foi naquela mesma passadeira que quase tinha sido atropelada.
  - Sabem uma coisa? – Perguntei eu.
  - O quê? – Perguntou-me a minha mãe a olhar para mim com uma cara de curiosidade.
  - Foi nesta mesma passadeira que eu, ai á três semanas, quase fui atropela! – Comecei-me a rir quando me lembrei de quem me tinha salvado nesse dia.
  - O quê? Ainda te estas a rir!? – Os meus pais ficaram mesmo preocupados.
  - Tenham calma! – Pedi eu.
  - Como queres que eu tenha calma? Acabas-te de nos contar que quase foste atropelada. – Concluiu a minha mãe.
  - Ora ai está: quase fui atropelada, mas não fui! O Louis apareceu no momento certo e salvou-me!
  - Esse rapaz… - Começou o meu pai.
  - O que é que ele tem? – Perguntei eu com medo da resposta.
  - Cada vez gostamos mais dele! – Concluiu a minha mãe.
  - Ah! – Que alívio! Pensei que o meu pai ia dizer que não lhe inspirava confiança e coisas do género.
  Chegamos á porta da clínica.
  - Chegamos! – Disse eu.
  - Podemos entrar? – Perguntou o meu pai.
  - Sim, acho que podem.
  Entramos os três. Na receção estava o Kevin.
  - Olá Kevin! – Disse-lhe eu.
  - Olá, ainda bem que chegas-te mais cedo. – Disse-me ele.
  - O Diretor ligou-me a pedir para vir mais cedo, porque eu iria ter um caso bicudo entre mãos.
  - Sim é verdade! Ele está la dentro. – Disse o Kevin.
  Apareceu por detrás do Kevin o Diretor. Comecei-me a rir.
  - Quem é que está la dentro Kevin? – Perguntou o Diretor.
  - Ninguém! – Disse o Kevin.
  - Sr. Diretor, estes são os meus pais, estão cá a passar uns dias.
  Cumprimentaram-se uns aos outros.
  - Têm uma filha muito talentosa e muito dedicada. Nós aqui gostamos muito de trabalhar com ela.
  - Obrigada. – Disseram os meus pais em coro. Eu cá de certeza que corei.
  - Bem nós vamos andando. – Disse o meu pai a olhar para mim.
  - Até logo então.
  Despedi-me deles e encaminharam-se para a saída. Eu fui vestir a minha batinha branca, atei o cabelo e lá fui eu mais o Diretor tratar do caso bicudo! Quando entrei numa das salas de tratamento, reparei que se encontrava lá uma rapariga, muito bonita por sinal, sentada na maca.
  - Inês está é a Eleanor Calder. – Apresentou-me o Diretor.
  - Olá eu sou a Inês muito prazer. – Cumprimentei-a.
  - Olá! – Disse-me ela.
  - Bem, a Eleanor é modelo, e fez uma entorse assim um bocadinho grave no tornozelo do pé direito. Serás tu a responsável pela sua recuperação. De acordo? – O Diretor foi bastante claro e direto.
  - Sim claro. Não se preocupe. – Respondi-lhe eu com a certeza de que seria capaz da recuperação da Eleanor.
  - Então sendo assim, vou-vos deixar a sós. – Assim que acabou de falar virou costas e saiu, fechando a porta.
  Comecei então a examinar o tornozelo da Eleanor ao mesmo tempo que falava com ela. Assim á primeira vista não parecia assim tão grave como o Diretor tinha dito. Mas ele também tem sempre a mania de exagerar em tudo.
  - Não é assim tão grave como parece. – Informei-a.
  - A sério?
  - Sim, mas vais ter de fazer alguns exames para ter a certeza de que é só um simples entorse. Fazes agora os exames e… - Fui interrompida.
  - Inês, já são 18:30! Esta na tua hora! Quando estiveres despachada podes ir! – Gritou-me o Diretor do lado de fora da sala. Eu e a Eleanor começamo-nos a rir.
  - Bem, como estava eu a dizer… Fazes agora os exames e amanhã eles já estão prontos.
Quando vieres á consulta de amanha já sabemos em concreto o que é. Pode ser?
  - Sim, claro. E obrigada. – Disse-me ela.
  - Não tens de me agradecer. Estou aqui para isto mesmo.
  Saímos as duas da sala e levei-a até uma colega minha que iria fazer os exames á Eleanor. Quando lá chegamos despedi-me da Eleanor e fui despir a bata para me ir embora. Quando me estava a ir embora oiço alguém chamar-me.
  - Inês espera tenho uma proposta para te fazer.
  - Que proposta é essa Diretor? – Fiquei bastante curiosa.
  - Nós estamos todos muito satisfeitos com o teu trabalho enquanto estagiária aqui, tens vindo a fazer muitos progressos desde que ai estás, por isso queríamos saber se queres integrar a nossa equipa como técnica efetiva. Que achas?
  - Ou seja: vocês querem que passe a trabalhar aqui, em vez de estar só a estagiar? – Nem estava a acreditar!
  - Sim, e então? Sim ou Não? – Perguntou-me o Diretor que também estava ansioso pela minha resposta.
  - Deixe cá ver… - Fiz uma pausa. - Claro que quero! – Acabei por dizer.
  - Ainda bem! – O Diretor ficou muito contente com a minha resposta. Fomos até á sala das reuniões onde assinei o meu primeiro contrato. Foi um momento muito especial! Depois disto estava desejosa de chegar a casa para contar as novidades ao pessoal e aos meus pais.
  Fui até á paragem apanhei o autocarro. Fiz o percurso normal até casa. Quando lá cheguei já todos tinham regressado a casa.
  - Boa Tarde! – Disse eu!
  - Boa tarde, então como correu o dia? – Perguntou-me o Harry. Ele sabia que se tinha passado alguma coisa, porque eu vinha com um sorriso de orelha a orelha espetado na cara.
  - Correu muito bem! Onde é que está o meu Lou? – Perguntei eu.
  - Teu Lou? – Disse o Harry com uma cara de indignado.
  - Oh desculpa… O Nosso Louis! – Começamos os dois a rir.
  - Mas que história é essa? – O meu pai não estava a perceber nada da conversa.
  - Não ligues são coisas parvas! – Disse eu.
  - Ah ok. Sendo assim, o vosso Louis está na cozinha a preparar o Jantar. – Disse-me o meu pai.
  Subi as escadas e fui até ao quarto deixar o casaco e mala. Desci e fui até á cozinha ajudar a minha mãe, o Louis, a minha irmã e o Liam a acabarem o jantar. Assim que o vi fui logo dar-lhe um beijo. Ao jantar decidi contar a minha novidade.
  - Tenho uma novidade para vos contar! – Disse eu e o Harry ao mesmo tempo. Gerou uma rizada total.
  - Tu primeiro. – Disse o Harry.
  - Então é assim: deixei de ser estagiária e passei a ser técnica efetiva na clinica!
  - Que ótima notícia amor! – O Louis deu-me um beijo! Ele ficou muito feliz, porque sabe que sempre foi o meu sonho.
  - Ficamos muito felizes por ti minha querida. – Disse-me a minha mãe.
  - Bem, Harry agora é a tua vez! Que tens para contar? – Dei a palavra ao Harry.
  - Não sou só eu… sou eu e os meus boys! – Começamos todos a rir com o «meus boys».
  - Va lá, contem de uma vez! – Disse a Raquel. Ela estava em pulgas para saber o que era.
  - Então é assim: vai realizar-se o Kid's Christmas Awards, que é uma gala de entrega de prémios que acontece sempre depois do natal e do ano novo. Este ano vai-se realizar dia 6 de Janeiro, uma sexta- feira. – Começou por informar o Liam.
  - Nós estamos nomeados para a categoria ‘’Banda Revelação de 2011’’… - Continuou o Zayn.
  - Quem bom! Parabéns! – Disse a Ana.
  - Nós queríamos muito que vocês as três, a Laura e a Vera fossem connosco á gala. – Concluiu o Louis.
  - Querem ir? – Perguntou o Niall.
  - Claro que sim! – Disse a Raquel.
  - Tenho muito orgulho em vocês rapazes! – Disse eu!
  - Então fica combinado, nós amanhã dizemos aos organizadores do Kid's Christmas Awards que vamos levar connosco 5 raparigas lindas! – Concluiu o Zayn.
  - Oh que queridos! – Disse eu.
  - Parabéns rapazes, que tenham muito sucesso no futuro! – Disse a minha mãe.
  - Obrigada! – Agradeceram eles.
  Acabamos de jantar, levantamos a mesa e arrumamos a sala e a cozinha. Fomos até ao sofá ver um pouco de televisão. O Louis foi lá a cima ao meu quarto buscar o meu portátil para ir ver uma coisa na net. Quando desceu sentou-se na mesa e eu levantei-me do sofá e fui ter com ele.
  - Que estás a ver? – Perguntei-lhe eu.
  - Lembras-te da prenda de natal que te ofereci?
  - Sim…
  - Estava agora a fazer a reserva, para o próximo fim-de-semana. Logo depois dos Kid's Christmas Awards.
  - A serio? Que ótima ideia!
  - Ainda bem! Quero estar sozinho contigo nem que seja só dois dias… e como os teus pais se vão embora na quarta-feira achei que o próximo fim-de-semana seria perfeito!
  - É a altura ideal, ainda para mais a clinica nesse fim-de-semana vai estar fechada.
  - Ótimo! – Disse-me ele com aquele sorriso carinhoso que ele tem.
  - Pessoal, eu e a Inês no próximo fim-de-semana não vamos estar cá. – Informou o Louis.
  - Então? – Perguntou o Harry.
  - Vamos disfrutar da minha prenda de natal! – Disse eu.
  - Ai agora os pombinhos vão namorar para longe! – O Niall já tinha começado na brincadeira comigo. Peguei na almofada que tinha ao pé de mim e mandei-lhe á cara. O Louis fechou o computador e fomos os dois para o sofá. Como só havia um lugar disponível eu sentei-me ao colo do Louis, sim porque agora já não tinha de ir para o chão!
  Como já estava a ficar tarde os nossos pais foram embora para o hotel e nós fomos todos para os quartos dormir. Todos exceto eu e o Louis que ficamos na sala a namorar.

4 comentários:

paynezinha disse...

tens um desafio no meu blogue, é tipo um jogo. participa pf!!! bjinhos

Directioners disse...

Vou já ver, obrigada! Beijinhos $:

#Raquel

paynezinha disse...

ainda nao me mandaste a foto

Directioners disse...

pois não , desculpa , ontem tinha de ir embora do pc mais cedo , achas que ainda posso mandar hoje ? (: